Saiba Mais


fev 26

Você é ansioso? Saiba que você não é o único!

Brasil é o país com mais ansiosos do mundo

Ansiedade

Crise de ansiedade é comum e, por isso, peça ajuda!

 

Dados divulgados pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em 2017 estimam que mais de 264 milhões de pessoas no mundo sofrem de transtornos de ansiedade. O Brasil é o país com o maior número de indivíduos (18 milhões) que apresentam os sintomas, ou seja, quase 10% da população.

A ansiedade é natural e faz parte da vida do ser humano, o problema é quando os sintomas paralisam e/ou dificultam o dia a dia. Aí é hora de procurar ajuda com profissionais qualificados, como psicólogos e psiquiatras.

Os transtornos de ansiedade mais comuns são: TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada), ansiedade social, as fobias, transtorno de pânico, TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) e estresse pós-traumático.

 

Sintomas de uma crise de ansiedade

Os sintomas de uma crise de ansiedade são semelhantes de quando sentimos medo. Segue abaixo alguns exemplos:

  • Preocupações excessiva com futuro – pessimismo
  • Angústia
  • Insônia
  • Dificuldade de concentração
  • Inquietação
  • Falta de ar
  • Taquicardia
  • Sudorese
  • Náusea
  • Sensação de desmaio
  • Tremor
  • Ondas de frio e calor

 

Como identificar a diferença entre ansiedade e transtorno de pânico?

O transtorno de pânico consiste na intensidade dos sintomas, que são mais fortes, e da imprevisibilidade. As crises de pânico surgem sem um motivo aparente e o ápice costuma durar poucos minutos, porém, pelo alto nível de adrenalina, o corpo demora para estabilizar novamente. Algumas pessoas têm ataque de pânico noturno, quando acordam com os sintomas. As crises de ansiedade costumam ter motivos mais concretos.

O tratamento tanto para ansiedade quanto para pânico consiste em psicoterapia e acompanhamento psiquiátrico, quando necessário o uso de medicação.

Procure ajuda profissional!

 

 

FacebookTwitterGoogle+Email