Saiba Mais


out 25

10 dicas para ser um profissional de sucesso

(Por Léo Branco)

 

images

 

1. Seja pontual no horário e nos prazos

Quando chega atrasado no trabalho, o funcionário passa a impressão de falta de interesse na função. Além de contar pontos negativos com a chefia, isso pode comprometer a execução de tarefas e atrasar até o trabalho dos seus superiores.

2. Fale sempre a verdade para o chefe
Se você cometeu um erro ou está com dificuldade para dar conta do trabalho, é melhor admitir do que mentir para seu chefe. Quando descoberta, a mentira tem um efeito devastador: o funcionário perde a confiança do chefe, reduz as chances de crescer na empresa e, quando traz prejuízos para outros funcionários, pode ser demitido.

3. Use os equipamentos da empresa só para o trabalho 
Levar material de almoxarifado do escritório para casa, imprimir trabalhos escolares na impressora da empresa, usar o computador da firma para procurar oportunidades de trabalho em outro lugar ou para passar informações confidenciais para concorrentes. Tudo isso caracteriza fraude contra o ambiente de trabalho e pode provocar demissão por justa causa. Se você está interessado em novos desafios profissionais, jogue limpo com seus superiores. Quando avisados, eles podem entender seu pedido e até incentivar você a procurar emprego em outro lugar.

4. Nunca passe por cima da sua chefia
Numa empresa, é esperado que o chefe dê ordens para os subordinados, pois ele tem experiência para garantir a melhor execução das tarefas. Se o subordinado descumpre as ordens ou trata diretamente com outros superiores, ele quebra a hierarquia. Isso pode trazer problemas para seu chefe imediato.

5. Separe o pessoal do profissional
Ao longo da minha trajetória profissional, ouvi diversas histórias de funcionários que estabeleceram uma relação próxima com seus chefes e foram demitidos. Eles acreditavam que seriam menos cobrados e que teriam de desempenhar menos funções do que outros colegas. Por mais que seu chefe seja uma pessoa acessível e parceira de atividades sociais, como barzinhos após o expediente ou baladas, lembre-se de que na relação entre vocês sempre haverá uma cobrança pela boa execução de suas atividades profissionais. Ele não vai deixar de demitir você caso seja necessário só porque é seu amigo.
6. Deixe os problemas pessoais em casa
Já ouvi relatos de funcionários demitidos porque usavam demais o telefone da empresa para resolver problemas familiares ou choravam durante o expediente. Isso gera um clima ruim entre os demais funcionários e pode comprometer o desempenho da equipe. Caso seja necessário, explique ao seu superior as dificuldades que você está enfrentando e peça um tempo para resolvê-las. Se seu chefe confiar no seu trabalho, ele será compreensivo, pois existe a perspectiva de você superar os problemas e voltar a trazer bons resultados.

7. Evite as fofocas
Espalhar boatos gera um clima de desconfiança sobre o trabalho de uma equipe inteira. A fofoca é um julgamento negativo sobre um fato real cometido por alguém. Quem ouve a fofoca tende a achar que tudo que o fofoqueiro diz é uma deturpação da realidade. Assim, é uma questão de tempo para que todos deixem de acreditar nele.

8. Cuide da sua imagem
Cuidar do cabelo e da maquiagem com desleixo e vestir-se com roupas decotadas não são fatores decisivos, mas contam pontos em uma demissão. Comportamentos impulsivos também podem ter consequências drásticas. É importante saber que seu comportamento é avaliado o tempo inteiro por sua chefia.
9. Esteja aberta a novos desafios
Se seu chefe pedir para você executar outras tarefas porque seu setor sofreu mudanças, aceite. Só assim ele saberá que você acredita no sucesso da empresa. A empresa não gosta de lidar com funcionários inflexíveis.

10. Peça um retorno do seu chefe
Sempre tenha a qualidade do seu trabalho como meta. Para isso, estabeleça com seu chefe maneiras de avaliar o trabalho que você executa para saber se ele está contente com o seu desempenho. Nada pior para um funcionário do que se acostumar a cumprir apenas as suas funções, sem se preocupar com o retorno da chefia ou em ser demitido por não executar suas tarefas conforme o esperado. Ele fica sem saber por que foi demitido e o que precisa melhorar para se tornar um profissional mais qualificado

FacebookTwitterGoogle+Email